domingo, 17 de janeiro de 2010

já faz tempo... é 2010 e nem me dei conta...



Faz muito tempo que não posto algo aqui. Da última vez eu estava na metade do intercâmbio, no primeiro semestre do ano passado. Muita coisa aconteceu, não tinha tempo para postar, não tinha nem paciência pra falar a verdade. Depois, eu simplesmente esqueci.

Tantas idéias ficaram pra trás; muitas delas eu tento lembrar, mas já não são mais as mesmas. Demorar de mais para externar algo do pensamento faz com que percamos a autoria e o domínio sobre esse algo. O tempo passa a comandar o que ficou esquecido, sendo capaz até de encontrar outro veículo para não deixar o que deveria ser dito no esquecimento. Quem já não esteve em situações de ver uma idéia antiga ser executada por alguém que você nunca teve a oportunidade de conhecer. Há casos até de idéias roubadas, mas sem provas de autoria – sejam rabiscos ou autenticações em cartório – ninguém mais pode ser tido como o criativo do que aquele que as publicou.

Por isso vou posto o que me deu vontade agora, pra não perder a oportunidade... pois não vale a pena deixar o tempo passar de qualquer forma... sem ao menos ser visto.

2010 chega e não causa diferença em relação ao ano que passou. Mas também não teve tempo, é verdade. Paciência pelo que estar por vir. Que sejam boas as surpresas! Não só para mim, você e/ou nossos conhecidos, mas para todo o Planeta! Espero que as boas realizações sejam de todos, e que as listas de promessas a serem cumpridas no decorrer deste ano sejam concebidas com força de vontade e determinação suficiente a fim de que uma boa porcentagem se torne realidade.

Um ótimo ano a todos, e nos vemos por aí e aqui...

QUEIJOS E ABRAÇOS,
Walmick Campos

3 comentários:

Luciana GOMES disse...

Desejo o seu desejo..E bora desde ja amar as boas surpresas que 2mile1O vem trazer =d

Larissa Cândido disse...

Certamente, Walmick! Tenhamos nós todos fé e força de vontade para superar desafios em 2010 e para abraçar com força oportunidades que nos apareçam!

E vamo que vamo!!!!

Danilo Castro disse...

Há algum tempo eu tô inquieto, com vontade do novo. De uma performance em videoarte, de uma peça com mais suor e vigor. Mas da minha cabeça nada sái. Tô perdido. Preciso registrar essa ânsia misteriosa de Ney Mato Grosso. Nem escrever estou conseguindo. Que em 2010 eu registre.
Registremos!